quinta-feira, 26 de abril de 2012

Mötley Crüe – Too Fast for Love [1982]


Todos nós sabemos que a cena metálica, no final dos anos setenta, estava perfeitamente estabelecida na Inglaterra. Era a consolidação da NWOBHM. Mas a ofensiva americana não demoraria. No início dos anos oitenta é formado o Mötley Crüe, pelo baixista Nikki Sixx e o baterista Tommy Lee. Mais tarde, uniram-se ao grupo o vocalista Vince Neil e o guitarrista Mick Mars.

Too Fast for Love foi o álbum de estréia lançado em 10 de novembro de 1981, pelo selo independente da banda, Leathür Records. A produção do álbum ficou a cargo de Michael Wagener. A bolacha vendeu 20 mil cópias e chamou a atenção da gravadora Elektra Records, que remixou e o relançou nos EUA e no mundo, em 20 de agosto de 1982.

Nascia ali uma das mais emblemáticas bandas de Heavy Metal de todos os tempos. O Mötley Crüe liderou uma geração inteira com seu Glam que ia, em um segundo, do escrachado ao sensual. Apresentou Nikki Sixx como o grande compositor do movimento oitentista, hoje cult para toda uma nova geração de roqueiros pós 2000. 

Mas, partia, em 80, o rock pesado para uma renovação sem precedentes no cenário americano e mundial. Não só musicalmente, mas enquanto arquétipo de apresentação à geração de novos fãs e estabelecendo o novo cenário.

Nunca é demais esclarecer que as grandes bandas da década de setenta estavam num patamar inalcançável, o que as tornava distantes e ausentes de uma legião de novos roqueiros. Simplesmente não havia como um garoto, naqueles anos, se identificar com o visual de velhos roqueiros e suas barbas enormes e calças bocas-de-sino, além de um som com textura progressiva.

Mas vamos às faixas: 'Live Wire' é pauleira do início ao fim. Segue 'Come On and Dance', 'Public Enemy # 1', todas trazendo um heavy cheio de guitarra muito distorcida. Interessante que embora seja visível a primariedade dos arranjos, tudo funciona perfeitamente. A voz de Vince encaixa-se perfeitamente ao som da banda. Mas o destaque está em 'Starry Eyes'. Cadenciada, melódica e pesada, umas daquelas músicas que faz você entender toda a trajetória de sucesso do Mötley. Em 1999, este álbum foi relançado contendo faixas-bônus, versão desta postagem.

Too Fast for Love rompe com esta orientação trazendo uma jogada pesada com batida punk e visual cravejado de taxinhas em preto e branco. Uma geração inteira embarcou nesta com o Crüe. Aqui você confere esta arrancada. Baixa aí, aumente o som da vitrola até arrebentar e depois me diz se não tenho razão... vai lá cara!
Nikki Sixx (Baixo)
Tommy Lee (Bateria)
Vince Neil (Vocal)
Mick Mars (Guitarra)
1 - Live Wire
2 - Come On and Dance
3 - Public Enemy #1
4 - Merry-Go-Round
5 - Take Me to the Top
6 - Piece of Your Action
7 - Starry Eyes
8 - Too Fast for Love
9 - On With the Show
10 - Toast Of The Town (Unreleased Track)
11 - Tonight (Unreleased Track)
12 - Too Fast For Love (Alternate Intro)
13 - Stick To Your Guns (Unreleased Track)
14 - Merry-Go-Round (Live In San Antonio)
Link Nos Comentários
Link On The Comments
Dynasty

3 comentários:

  1. Mötley Crüe – Too Fast for Love [1982]
    Link
    http://www.mediafire.com/?2pcrgs9319rmotv

    ResponderExcluir