quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Kiss - Monster [2012]


Falar do Kiss é uma grande responsabilidade. Ainda mais quando é para falar de um álbum que está sendo aguardado por todos os soldados, assim como eu. 'Monster' foi anunciado como 'Sonic Boom': 'Será um álbum de Rock N' Roll direto ao ponto, sem baladas, sem rap'. Realmente ele é assim. Também conta
o próprio Starchild como produtor, juntamente com Greg Collins. A produção ficou ótima, tendo destaque para as guitarras solo de Tommy Thayer que estão com um timbre estupendo. No geral, eu poderia até arriscar que o disco ficou soando como uma continuação de 'Sonic Boom', o que na realidade, já era esperado. 

Nas músicas, como também já era esperado, fora o padrão assumido por Stanley e Simmons dividindo os vocais quase que igualmente, temos uma faixa cantada por Thayer e outra por Singer, que, diga-se de passagem, ficaram muito boas. Principalmente a de Eric Singer, que foi escrita por Paul Stanley. Para comentar as outras faixas do álbum, vamos direto aos destaques. O disco abre com o single oficial 'Hell or Hallelujah', que já está bem conhecido por todos como sendo um Rock empolgante e direto; depois temos a terceira faixa, que me chamou atenção, 'Freak', que tem um refrão incrivelmente matador e um solo de guitarra mais ainda; 'Eat Your Heart Out' vem mostrando que é um Rock dos mais animados; 'The Devil Is Me' lembra um pouco 'God Of Thunder' e seria uma boa para Gene Simmons cantar nos shows da turnê 'Monster'; 'All for the Love of Rock & Roll', que ficou ótima na voz de Eric Singer, mostra mais um Rock N’ Roll bem animado com uma harmonia bem empolgante; 'Take Me Down Below', quase volta aos anos de 'Hot In The Shade' de tão farofa e animada; e 'Last Chance' fecha o disco com um pouco do bom e velho Paul Stanley que conhecemos.

Finalizando, eu poderia dizer em cada uma das músicas destacadas acima que 'ela parece ter saído diretamente do álbum 'Sonic Boom'', mas isso já está subentendido. Mesmo assim, aconselho aqui, a todos os leitores, que corram rápido para ouvir esse álbum, afinal, sendo o Kiss, nada mais importa. Agora, pra finalizarmos o ano aliviados só precisamos ouvir o 'Music From Another Dimension' e já poderemos morrer felizes em 2012 (risos).

Kiss - Hell or Hallelujah (Live London):

Paul Stanley (Vocal, Guitarra)
Gene Simmons (Vocal, Baixo)
Tommy Thayer (Vocal, Guitarra)
Eric Singer (Vocal, Bateria)

01 – Hell or Hallelujah
02 – Wall of Sound
03 – Freak
04 – Back to the Stone Age
05 – Shout Mercy
06 – Long Way Down
07 – Eat Your Heart Out
08 – The Devil Is Me
09 – Outta This World
10 – All for the Love of Rock & Roll
11 – Take Me Down Below
12 – Last Chance

Cessão

5 comentários:

  1. Links:

    http://depositfiles.com/files/0c6c3othl

    http://depositfiles.com/files/efy35ccfy

    http://letitbit.net/download/1525508/69941.6f5bac77ffe0abe87c6227856cfe/KISS_-_Monster_2012_-_v0.rar.html

    http://turbobit.net/i2irvo9fyer6.html?ps=9371

    (COMO SE TRATA DO KISS, CORRAM, OS LINKS NÃO VÃO DURAR MUITO!)

    ResponderExcluir
  2. Aeeeeeeeee putedo até que emfim saiu um disco que preste nessa porra! KISS é do caralho e sempre vai ser e vão toma no cu seus cabeça de torresmo. Fumei um ontem e vo fuma otro pa comemorá essa vitória politica!

    ResponderExcluir
  3. Valeu Cessão, tava loco pra ouvir esse ai, valeu camarada

    ResponderExcluir
  4. Esperei um pouco para comentar Monster aqui no bonde. Como amo o Kiss, tenho o direito de criticar. Sinceramente, o Kiss está preso dentro de uma velha formula kiss de fazer rock pesado. Hell or Hallelujah não passa de uma releitura de I Stole your Love, do Love Gun. Gente, perdão, mas é verdade. E assim vai o album.

    Destaque para Long Way Down e All for the Love of Rock & Roll, releitura de Nothing to loose. Tudo bem. Mas o disco ficou com nota baixa.

    Tava na hora de da mais um passo adiante, musicalmente. Creatures e Revenge, foram ousados em seu tempo e sempre sentiremos saudades deles. Valeu. Parabens pelo Post, Abraço e Feliz 2013.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dae Dynasty!! Quanto tempo! Pois é cara, eu também percebo um pouco essa formula pronta entre as músicas, inclusive é a mesma formula que veio do Sonic Boom, hehehe! Mas percebo que as bandas que chegam nesse patamar 'lenda' ficam meio presas nessas formulas que trazem devolta o som que as consagrou... Um caminho que eu acharia legal ter seguido para um álbum inteiro é o caminho de Modern Day Delilah, que pra mim é uma musica super original que misturou Revenge com RnR Over e ainda colocou umas pitadas de Psycho Circus!!!

      Isso aí, cara! Valeu!! Até logo!

      Excluir